o futebol universitário parece estar a uma escuta de distância do óbvio tornar-se público: o esporte universitário No. 1 do país é tão desonesto, escandaloso e trapaceado como o seu homólogo de basquete.

isso tem sido esquecido como a cultura de Arcos de faculdade continua a ser esfolada em público.

há décadas que sabemos que o basquetebol tem um aspecto desagradável Debaixo da mesa. As recentes revelações do FBI e da comunicação social sobre a sua investigação preencheram os detalhes.Mas pensar que o futebol universitário é imune a tal corrupção seria insensato. O esporte continua a ser o piloto econômico número 1 para o atletismo universitário. É que ultimamente temos andado distraídos.

Nenhum anúncio disponível

O público certeza pensa assim: eu postei no Twitter enquete domingo revelou que 69 por cento dos eleitores acho escândalo/batota no futebol é pelo menos tão mau como o basquete.

não científico? Certo. Mas a única razão pela qual sabemos do nível dos erros do basquetebol é o FBI. O FBI estava a investigar um indivíduo por violações da Comissão de segurança e troca que alegadamente estava a canalizar dinheiro para os jogadores. Esse tipo de denúncia não existe no futebol universitário. Ainda.

“provavelmente se manifestou no futebol de uma forma ligeiramente diferente”, disse um ex-funcionário da NCAA familiarizado com o processo de execução. “…Você tem o mesmo incentivo, se não mais, por causa do valor de um trabalho de treinador principal no nível superior do futebol.

ad disponível

“Não tenho dúvidas de que está a acontecer.”

all of it has opened the NCAA to a different level of criticism. Alguns argumentam que os seus estatutos arcaicos de amadorismo criaram este mercado negro onde a compensação é a base para uma investigação federal.

alterar as regras e esses pagamentos — e pelo menos alguns deles – são repentinamente superiores. Por agora, temos de lidar com o maior escândalo da NCAA desde a década de 1950.

a tentação de fazer batota está certamente lá à medida que a estrutura do futebol e do basquetebol se tornou mais semelhante. Os salários, a pressão e as receitas nunca foram mais elevados. Em certos níveis do futebol universitário, até se ouve falar de uma” taxa corrente ” paga por recrutas talentosos. Em outras palavras, a quantidade de dinheiro que levaria para o get na corrida para um recruta de cinco estrelas.

nenhum anúncio disponível

com a influência da propagação de ofensas, é possível — como o basquetebol — mudar a sorte de um time com um ou dois jogadores. Considere onde Clemson estaria sem Deshaun Watson ou Oklahoma sem Baker Mayfield. Tire a ameaça profunda do Alabama durante a sua actual dinastia. Teria ganho títulos sem Julio Jones, Amari Cooper e Calvin Ridley?

Nota do Editor: para ser claro, estes são apenas exemplos de jogadores de impacto recentes em grandes equipes de futebol universitário. Não são alegadas violações.

Nenhum anúncio disponível

Enquanto basquete universitário tem sido fixados sobre os impactos negativos de um e-feito de jogadores, calouros tem sido impacto de futebol em uma base crescente.Alguém quer? O quarterback calouro de Bama ganhou um campeonato nacional antes de começar um jogo.

Alabama derrotou Georgia no Playoff de futebol universitário, com seu principal passador, rusher e Catcher de passes sendo calouros. Os números mantiveram-se bastante estáveis na última década, com 11,3 por cento dos 100 melhores de passagem e correndo sendo calouros.

ad disponível

“essa é uma das principais distinções entre futebol e basquete”, disse o ex-funcionário da NCAA. “Parecia menos provável que, há 10-20 anos, os caloiros entrassem e fizessem esse impacto no lado do futebol. É a natureza do jogo que mudou? É um desenvolvimento anterior de atleta?”

Steve Clarkson tomou o lado oposto. O notável treinador de quarterback da Costa Oeste trabalhou com o prospect David Sills quando Sills recebeu uma oferta da USC De Lane Kiffin aos 13 anos. “Com o futebol, a coisa mais difícil é que um tipo não faz um programa”, disse Clarkson. “Há muitas variáveis se uma criança vai ser bem sucedida. Tu e eu já vimos miúdos que são “não podem falhar”, mas nunca ouvimos falar deles depois de escrevermos o artigo.”

No ad available

After a stop at a junior college (once) and West Virginia (twice), Sills changed positions and enters 2018 as an All-American … at wide receiver. Que tipo de agente de rua teria apostado nisso?

eu escrevi há dois anos sobre um nível mais sofisticado de batota que tinha sido alcançado no futebol universitário.

no ad available

várias fontes notaram a principal diferença nos dois esportes: a atual investigação do FBI destacou a influência do agente. No futebol universitário, a influência é mais provável de vir de impulsionadores. Os jogadores têm de esperar pelo menos três anos para conseguir uma oportunidade na NFL riches. Ainda assim, o Alabama evitou a pena de morte num dos maiores escândalos da história do futebol universitário. Tide booster Logan Young tentou comprar Memphis-area standout defensive lineman Albert Means. Quem pode esquecer Nevin Shapiro em Miami? Uma rápida verificação da base de dados Legislativa da NCAA mostra que um terço dos principais casos de infrações nesta década envolveu influência indevida por um impulsionador.

no ad available

The tide shifted in football about a decade ago with The rise of 7-on-7 in the offseason. O que antes era futebol de toque foi monetizado pelas empresas de sapatos. parece-te familiar? — que agora controla o circuito principal do torneio. O que pode correr mal?

” no basquete da AAU, esses são os caras que realmente controlam as crianças”, disse o treinador da UNLV Tony Sanchez. “Isso começou a mudar provavelmente há 10 anos no futebol com o 7-contra-7. Há definitivamente influências lá fora.”

é difícil determinar o negativo exato de 7-de-7. O caso mais infame envolveu Willie Lyles, que Oregon supostamente pagou $25.000 para levar jogadores aos patos. Lyles foi o que a NCAA veio chamar de “treinador não escolástico 7-contra-7″.”

nenhum anúncio disponível

esses tipos de trapaceiros sombrios, de nível de rua são alguns dos violadores mais difíceis para a NCAA para rastrear. Sanchez uma vez treinou um dos mais poderosos programas de ensino médio do país. O Gorman de Las Vegas tem melhores instalações do que algumas escolas da FBS. Sanchez desenvolveu algumas das melhores perspectivas no país.

“lembro-me de ir para a Nike para uma reunião de treinadores do ensino médio”, disse ele. “Um dos tópicos foi 7 contra 7. A Nike estava a falar de estar mais envolvida. Estávamos todos a expressar que está a mudar um pouco o jogo. As crianças ou voltam mais indisciplinadas ou um pouco mais Exibicionistas.”

a nossa série de treinadores Candid em agosto revelou que 57 por cento dos treinadores da FBS acreditam que não mais de 10 perfeitos de equipes conscientemente trapaceiam.

as perspectivas para o Power Five — onde mais de 75 por cento dos principais casos de infrações de futebol se originaram desde 2000 — parecem desiguais. Desde que votaram em autonomia em 2014, vimos alguns dos escândalos mais desagradáveis da história:

  • Carolina do Norte em caso de fraude acadêmica
  • O sexo, strippers e do FBI parte da investigação que o custo de Louisville treinador Rick Pitino e diretor de esportes Tom Jurich seus trabalhos
  • curso de Baylor agressão sexual escândalo
  • O Larry Nassar escândalo em Michigan, Estado que tem se estendido à uma olhada em todo o departamento de atletismo
  • O FBI basquete sonda que parece anos de conclusão.

este é o descuido das cinco pessoas que deviam assumir o controlo das coisas.

a NCAA provavelmente não mergulhará em nenhuma das questões atuais do basquete até que os federais estejam acabados. Assumindo que a Associação tem mão-de-obra, vontade e Jurisdição para o fazer.

exemplo: como é que a NCAA recria informações obtidas a partir de uma escuta federal? Essa informação não é deles até, digamos, um Sean Miller admitir que ele realmente solicitou os 100 mil dólares para a estrela Deandre Ayton, como foi relatado. Boa sorte com isso. Talvez tudo isso signifique que o futebol pode relaxar. Por agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

lg